Buscar
  • IDS

A cura é uma jornada, mas saiba que VOCÊ não está sozinho!


“Como uma vítima de abuso sexual infantil, tenho uma compreensão clara da importância de abordar o estigma e a vergonha no que se refere ao abuso sexual, agressão sexual e estupro. Vítimas, especialmente crianças pequenas, muitas vezes não revelam o abuso sexual. Aqueles que são testemunhas de abuso sexual infantil, ou que são suficientemente confiáveis ​​para os sobreviventes e que também confiam neles, estão mal informados para lidar com a responsabilidade. E, muitas vezes, os pais não estão cientes da melhor maneira de agir quando seus filhos revelam abuso sexual, especialmente quando o agressor também é um membro da família ou amigo da família. Eu tinha 4 ou 5 anos (minhas lembranças são confusas) quando fui abusada sexualmente. Eu divulguei imediatamente, mas ninguém acreditou em mim. Não ser acreditada me levou a reprimir minhas memórias até os 19 anos. Minhas lembranças foram acionadas enquanto eu assistia a um filme. As cenas que retratavam o abuso de meninos em um monastério fizeram com que as lembranças do meu próprio abuso voltassem instantaneamente. Passei o resto do dia chorando incontrolavelmente. O retorno de minhas memórias me ajudou a entender a causa, raiz dos muitos problemas que eu estava tendo quando era uma jovem adulta. No entanto, os sentimentos de vergonha e o estigma associados ao abuso sexual rapidamente substituíram qualquer sentimento de compreensão que eu havia adquirido, e isso me impediu de buscar minha cura por mais uma década. Felizmente, apesar de esperar anos para procurar ajuda, o tratamento ainda me salvou. E, para ser honesta, minha cura é uma jornada” (A.C.S. Sobrevivente de abuso sexual infantil) A conscientização e a educação são tão importantes no combate ao abuso sexual infantil porque a atmosfera de desinformação, vergonha, culpa e estigma que impede a divulgação e a ação também permite que os agressores continuem abusando e explorando as crianças sexualmente. Dar conhecimento sobre o abuso sexual infantil em nossa sociedade é a única maneira de combater com sucesso essa violência, considerada um problema de saúde pública. Toda vez que alguém compartilha sua história de abuso sexual infantil, outros sabem que não estão sozinhos. Toda vez que uma celebridade ou figura pública usa suas redes sociais para revelar suas próprias experiências e como as superaram, alguém é levado a buscar sua própria cura porque sabe que a resiliência é possível. Acredite e proteja a criança, abrace o adulto, porque nunca é tarde demais para se curar do trauma.

#curadotrauma

0 visualização

ASSINE NOSSA NEWSLETTER:

PATROCINADORES:
SIGA:
  • Instituto Desenhando Sorrisos
  • Instituto Desenhando Sorrisos

©2015 Produzido por IDS Design.